O monitoramento é uma das etapas essenciais de qualquer plano de ações dentro de uma empresa. E isso inclui a aquisição e utilização de aplicações e softwares corporativos. Você faz o acompanhamento do funcionamento das aplicações do seu negócio? Neste artigo, discutiremos como esse é um procedimento essencial para garantir a qualidade e a estabilidade da estrutura tecnológica da sua companhia.  

 

O que é Monitoramento de Aplicações? 

O monitoramento de aplicações busca, através de softwares e práticas, acompanhar e avaliar, do ponto de vista da usabilidade e da performance, o desempenho tanto de aplicações como sistemas da empresa.  Em outras palavras, é verificar constantemente se os softwares e aplicações usados estão atendendo às expectativas do negócio ou não.

 

Decisões acertadas 

Um dos principais benefícios de um monitoramento de aplicações sistemático é a coleta de informações confiáveis para fundamentar a tomada de decisões dos gestores. Ou seja, a partir do momento em que é possível perceber quais aplicações estão gerando melhores resultados e quais estão apresentando as maiores dificuldades e gargalos, é possível estabelecer métricas e tratativas adequadas e mais assertivas para  que as aplicações desempenhem seu papel diante das premissas do negócio.  

 

Velocidade para trabalhar 

É natural que os sistemas fiquem sobrecarregados ao longo do tempo. Assim como seu dispositivo pessoal precisa de manutenção frequente, os aplicativos tendem a ficar mais lentos com o passar dos meses. Com o monitoramento é possível acompanhar essa queda no rendimento e programar manutenções preventivas para que o rendimento do ambiente  não seja comprometido seriamente. 

 

Confiabilidade do sistema 

Quando o assunto é tecnologia, a frequência de atualizações necessárias é altíssimas. Sempre há uma nova falha ou ameaça que precisa ser corrigida para evitar grandes exposições e comprometimento das operações. O monitoramento também permite perceber quais aplicações precisam ser atualizadas e que janelas estão abertas para o imprevisto. Assim, com os perigos identificados fica mais fácil colocar melhorias em prática. 

 

Estabilidade das operações 

O monitoramento é uma forma de evitar imprevistos. Estar precavido e perceber um grande problema futuro quando ele ainda for apenas uma pequena falha. Transformar essa ação preventiva em rotina de trabalho, com certeza, gera impacto positivo na estabilidade para todos os operadores. Em vez de apagar incêndios diariamente, voltar o foco para prevenção e impedir dores de cabeça antes que elas aconteçam. 

 

Proatividade da equipe 

Muitas empresas optam por ter equipes de TI internas generalistas. Ou seja, profissionais que se dedicam a todo um leque de demandas relacionadas à tecnologia. Quando empresas com esse perfil optam por um monitoramento de aplicações, evitando imprevistos, esse profissionais podem direcionar sua força de trabalho para a criação de novas soluções de TI ao invés de estar sempre solucionando urgências.  

Por outro lado, a contratação de parceiros especializados para a área de tecnologia pode ser uma solução para aliar confiabilidade, competência de atuação e orçamento mais acessível. Cada empresa deve fazer um diagnóstico específico para entender que tipo de postura atende melhor à realidade que enfrenta.  

 

Menos custos 

Sem dúvida, o principal benefício de uma política de monitoramento de aplicações é a redução de custos. Seja do ponto de vista das horas gastas, do esforço necessário, da mão de obra empenhada, dos prejuízos possíveis, entre outros, quando se atua de forma preventiva o custo é menor. É como uma bola de neve que é muito mais fácil e simples de ser detida no topo da montanha do que na base, depois de ganhar volume e velocidade. 

Por isso, é essencial acompanhar todos os processos, softwares, sistemas e aplicações usados dentro da empresa. Com uma lupa, o monitoramento, os gestores devem ver de perto tudo o que está acontecendo para qualificar as decisões que devem tomar. Caso você queira saber um pouco mais sobre como é fundamental conhecer profundamente os processos e fluxos de informação de sua empresa, não vá embora ainda. Leia agora nosso artigo A importância da visibilidade das informações de TI para a segurança.

 

 

Autor

Saulo Costa
Saulo Costa
Possui 9 anos de experiência em telecomunicações e infraestrutura de TI. Atua na elaboração de projetos para organizações governamentais e privadas. Possui as certificações profissionais CCNA R&S + Avaya ACSS + MCP + ITIL.