O desenvolvimento de soluções em tecnologia têm melhorado nosso dia a dia nas mais diferentes frentes. O cloud server, ou servidor em nuvem, é uma dessas ferramentas e pode qualificar o uso de um dos seus principais ativos: o banco de dados de sua empresa. Neste artigo, vamos explicar melhor esse tipo de serviço e como ele pode transformar o seu negócio. 

 

Armazenamento sem gastar espaço físico 

Imagine que você compra um carro novo. Porém, por algum motivo, consegue a oportunidade de manter o antigo. Agora, outro/a membro de sua família tem mais autonomia. Mas, com apenas uma vaga na garagem, como guardar o novo bem? Evidentemente, você pode reformar seu imóvel ou alugar uma vaga de algum vizinho disponível a fechar negócio. O cloud server funciona, basicamente, como a segunda opção. 

A tradução literal do termo é “servidor na nuvem”. Ao invés de investir na compra de uma infraestrutura de servidor local, a empresa contrata um prestador de serviço para, no mínimo, armazenar o banco de dados corporativo. Assim, toda a informação pode ser acessada remotamente, o custo é comparativamente menor e a segurança dos seus arquivos é mais garantida. 

 

Dedicação total… ao seu banco de dados 

As vantagens do cloud server não se limitam ao menor custo e à liberação de espaço físico na empresa. Voltando à história do carro novo, imagine que seu vizinho, na verdade, esteja disposto a dedicar-se exclusivamente à locação da vaga. Além de fornecer o espaço, ele manterá um segurança 24 horas por dia por perto, oferecerá um mecânico para dar manutenções e, o melhor de tudo, a chave da porta fica sempre na sua mão. O serviço de cloud server pode ser assim.  

Contratando uma organização qualificada nesse tipo de operação, a empresa está fechando negócio com um parceiro especializado em proteger dados. Ao escolher um prestador de serviços de excelência, resguardado por um acordo bem esclarecido, é possível ter mais acessibilidade a dados sensíveis de forma segura do que em um servidor local.  

Enquanto um servidor local exige alto investimento inicial, um armazenamento climatizado dos equipamentos, renovação periódica de hardware obsoleto e manutenção constante, o cloud server terceiriza toda a dor de cabeça. A responsabilidade pela manutenção, segurança e disponibilidade das informações é toda da empresa parceira. 

 

Menos dor de cabeça, mais produtividade 

Com o banco de dados armazenado na nuvem a empresa ganha em produtividade. Um exemplo disso está na ampliação da acessibilidade das informações corporativas. Ter um servidor local não conectado à internet limita a dinamicidade da fundamentação do processo de decisão. Poder visualizar determinado arquivo fora da sede da empresa pode ser crucial para o fechamento de um bom negócio.  

Além da velocidade na tomada de decisões, um servidor na nuvem permite que a empresa se concentre no core business, evitando gasto de tempo, energia e orçamento com atividades secundárias. Possuir uma equipe técnica interna de manutenção de um servidor local exige uma infraestrutura organizacional onerosa e, muitas vezes, mais problemática que um atendimento centralizado com um prestador de serviços capacitado. 

 

Desvantagens do cloud server 

Como todo gestor sabe, não existe receita de bolo para sucesso profissional. Embora o cloud server seja uma tendência cada vez mais forte e possua uma série de vantagens, cada caso precisa ser analisado cuidadosamente antes de qualquer decisão. Muitas variáveis devem ser levadas em consideração na relação custo e benefício, como o volume de dados a serem armazenados, a necessidade de acessibilidade remota, o valor a ser investido na contratação, a saúde financeira da empresa, entre outros.  

 

Confiabilidade: palavra-chave 

Um aspecto central em toda discussão relacionada a cloud computing – e isso inclui o cloud server – é a confiabilidade. Ao invés de ter determinado ativo, fisicamente, instalado na sede da empresa, esse grupo de serviços oferece um tipo de acesso ou solução remota. E isso pode parecer um pouco delicado de controlar. Essa é uma desconfiança natural e, inclusive, recomendada. Afinal, trata-se do seu negócio em jogo.   

Então, é importante estar em contato com parceiros competentes, transparentes e dispostos a colaborar. Em outras palavras, confiáveis. Como destacamos em nosso artigo sobre o tema, o cloud computing não está livre de ameaças. Para cada risco há uma série de procedimentos de segurança e modos de prevenção, é claro, o que torna ainda mais essencial poder confiar no parceiro que você definir.  

Por isso tudo, essa deve ser uma decisão fundamentada a partir de uma avaliação personalizada e qualificada. Sem contar que é possível chegar a uma solução adaptada à realidade que alie as vantagens de um servidor local e de cloud computing. Entenda melhor lendo agora nosso artigo sobre nuvem híbrida. Quem sabe não é a solução que sua empresa está precisando neste momento? 

 

Autor

Marney Muller
Marney Muller
Formado em Administração de Empresas pela UFRGS, com mais de 20 anos de experiência e atuação no ramo corporativo de Tecnologia. Possui a certificação de negócios Cisco Business Value Specialist.